podcast-ep3-header

Cinética Podcast #3 – Netflix e o cinema

Com mais de 100 milhões de assinantes espalhados por aproximadamente 190 países, a Netflix se tornou um fenômeno cultural. Não passa dia sem alguém comentar novidades da plataforma de streaming ou fazer a indefectível pergunta: “tem na Netflix?”. A empresa se tornou uma multinacional, com braços em toda a cadeia audiovisual. Seu poderio já incomoda estúdios tradicionais de Hollywood e também festivais de prestígio. Em 2019, o Oscar passou a ser ponto-chave do assunto ao indicar e premiar Roma, filme mexicano com selo Netflix.

Neste terceiro episódio do Cinética Podcast, os críticos Marcelo Miranda, Raul Arthuso e Filipe Furtado conversam sobre os efeitos da Netflix no comportamento e consumo cultural, os riscos de um serviço dominar os interesses cinéfilos ao redor do mundo e o impacto de alguns projetos desenvolvidos pela gigante do streaming.

 

CINÉTICA NAS REDES
Para ler, curtir, enviar perguntas, tirar dúvidas, fazer críticas e sugestões:
Site oficial – www.revistacinetica.com.br
e-mail – 
Facebook – www.facebook.com/revistacinetica/
Twitter – twitter.com/revistacinetica
Instagram – revistacinetica
Letterboxd – letterboxd.com/revistacinetica/

Cinética Podcast é um programa quinzenal disponível em diversas plataformas e agregadores de podcast. Assine o nosso feed: RSS | iTunes | Spotify |

Marcelo Miranda:
Twitter – twitter.com/marcelomiranda1
Letterboxd – letterboxd.com/marcelomiranda/

Raul Arthuso:
Twitter – twitter.com/raulla
Letterboxd – letterboxd.com/raulla/

Filipe Furtado:
Twitter – twitter.com/filipefurtado
Letterboxd – letterboxd.com/filipe_furtado

 

NOTAS:
– Filmes Netflix – website de controle do catálogo
O Grande Filme – Dinheiro e Poder em Hollywood, de Edward Jay Epstein
– Roma e os limites do visível, por Calac Nogueira
Coisa Maneira do Marcelo: Deadwood
Texto de Ruy Gardnier sobre Deadwood na Contracampo nº69
Coisa Maneira do Raul: Sessão dupla: Jeanne Dielman, 23 Quai du Commerce, 1080 Bruxelles (1975), dir. Chantal Akerman, e Riddles of the Sphinx (1977), dir. Laura Mulvey e Peter Wollen
Coisa Maneira do Filipe: Sessão mensal de filmes de Nelson Pereira dos Santos no IMS Paulista, com exibição de Azyllo Muito Louco (1970) nos dias 16/03 às 17h30 e 27/03 às 19h30.

 

Obrigado aos ouvintes @humortovivo, Adriano Garrett e Carlos Alexandre Gavazzi Castelo Branco pelas perguntas enviadas.

Música de abertura: “Girls on Film”, Duran Duran (trilha sonora de Stranger Things)
Música de encerramento: “Glow Worm”, The Blue Rays & Johnny Mercer (trilha sonora de O Outro Lado do Vento)

Edição: Eduardo Garcia (twitter.com/edugarcya)